Saturday, November 29, 2008

ANIMA MUNDI ESPECIAL BELO HORIZONTE 2008

Aconteceu no início de novembro (de 5 a 9). Quem conta como foi é Juliana Laureano, da nossa equipe de produção:

"Pelo 2º ano consecutivo, Belo Horizonte recebeu o Anima Mundi Especial. A equipe chegou debaixo de um calor tipicamente carioca, mas nada de sombra e água fresca... Em 5 dias de trabalho no Centro Cultural da UFMG, levamos ao público mineiro os melhores trabalhos apresentados no festival em 5 sessões diárias, apresentando inclusive 2 longas metragens e uma homenagem aos animadores mineiros. Nas oficinas do Estúdio Aberto o público deu asas a imaginação criando seus próprios filmes. O resultado dos trabalhos feitos nas oficinas já pode ser conferido dentro do Mural Animado no site do Anima Mundi.
O destaque foi o animador argentino Juan Pablo Zaramella, que ministrou um workshop especial sobre cinema de animação, para estudantes e profissionais da animação. Foi uma oportunidade de conhecer melhor o trabalho desse talentoso artista e pegar dicas valiosas para o aperfeiçoamento dos trabalhos feitos por aqui. (abaixo, a foto da turma, Zaramella com blusa listrada vermelha)Esbanjando simpatia e bom humor, Juan Pablo ainda participou do Papo Animado que contou com um público entusiasmado e bastante curioso.
Não faltou pão de queijo e animação. Deixamos a cidade com gostinho de quero mais e saudades no coração.
Agradecemos a todos que trabalharam conosco durante o evento: os monitores locais, o pessoal da bilheteria e também da lojinha, ao Centro Cultural Banco do Brasil, a On Projeções e especialmente a Oi e Oi Futuro por proporcionarem mais essa visita. Aos poucos a animação vai tomando conta da cidade, assim como quem não quer nada, devagarinho, com muita prosa e muita dedicação. É o Anima Mundi à mineira buscando evolução."

Saturday, November 15, 2008

Mais sobre o Anima Mundi Brasil na TV

Continua no ar, no Canal Brasil, o programa ANIMA MUNDI BRASIL, cujos episodios estréiam sempre à meia-noite das terças-feiras e reprisam sábados e domingos à 1 da manhã.

Além dos curtas, reunidos em diferentes temas, são exibidas rápidas entrevistas com os realizadores, que ajudam a contextualizar cada filme e trazer curiosidades de suas produções.


Todos sabem que animadores em geral são um pouco avessos a se expressar "em tempo real". Carla Torres, que trabalhou na produção do programa como free-lancer, conta que passou por muitas peripécias para completar o material, tendo até ela mesma que fazer algumas entrevistas, aproveitando o festival em julho no Rio e em São Paulo... mas valeu a pena.


Selecionamos aqui algumas pérolas destas entrevistas:


Guto Bozetti (O Rei Vanderlei): ...Nessa época eu ainda morava com a minha mãe, passava o dia inteiro trancando no meu quarto desenhando e ela vira e mexe passava na porta do quarto até que um dia veio me perguntar: "meu filho, por que você faz o mesmo desenho?...".


Marão (O arroz nunca acaba): No meu filme os personagens não tem roupas, não tem cabelos e só tem três dedos. São tantos desenhos que tirando dois dedos às vezes chego a economizar um mês de trabalho.

Allan Sieber (Deus é pai): ...O filme foi feito em 15 dias e custou o preço de um sanduíche. Ano que vem vai se pagar.

Pedro Iuá (Sushi Man): Entrei na animação por causa de um professor de física. Conheci o Anima Mundi passei uma semana lá, e não consigo mais largar a animação. Meu filme demorou 3 anos para ficar pronto, e o maior presente é o texto, do meu pai.

Claudio Roberto (Os Tres Porquinhos) : A animação foi feita toda em caneta esferográfica sobre papel, depois montada no computador.

Ale Abreu (Sirius): Meu primeiro curta, exibido no primeiro Anima Mundi em 1993. Foi escrito para uma historia em quadrinhos quando eu tinha 17 anos, feito com técnicas tradicionais de animação, com acetado transparentes xerocados e pintados no verso com tinta látex, cenários pintados em guache, fotografias.

Leo Ribeiro (Andar Superior): O Teotônio Flanela foi feito por um ator cristão, que fez a voz sem saber que o personagem era o demônio... quando descobriu ficou chateado. A produção ficou tão intensa que quando acabamos de o curta, fomos fazer a despedida no cemitério enterramos os personagens, rolou até uma coroa de flores....

Saturday, October 18, 2008

ANIMA MUNDI ESPECIAL BRASÍLIA 2008

De 7 a 12 de outubro passado estivemos em Brasília com mais um ANIMA MUNDI ESPECIAL.
40 títulos selecionados e mais uma oficina de pixilation animaram o Centro Cultural Banco do Brasil da capital federal. Quem comenta é a Michelle Guimarães, que esteve lá tomando conta de todos os detalhes e garantindo o sucesso de mais um especial:

"No início das sessões à tarde, timidez... mas parou por aí... já no primeiro dia à noite, o fiel público de Brasília fazia filas enormes e levava em média uma hora aguardando a vez em frente à bilheteria para pegar uma disputada senha e assistir às sessões no cinema do Centro Cultural Banco do Brasil, que ficou pequeno para os brasilienses. No final de semana o público quadriplicou e o CCBB liberou o teatro (que tem 324 lugares) para receber-nos nas primeiras sessões. Conclusão: sessões lotadas, claro! Palmas, sorrisos e depois, e-mails agradecendo a iniciativa e pedindo bis! Ficamos felizes!
A oficina de pixilation foi a sensação da imprensa local e também foi muito frequentada, principalmente no dia 12. Quem compareceu ainda ganhou um pirulito! Uma ótima forma de comemorar o dia das crianças!
Tomara que ano que vem, possamos retornar a Brasília com mais espaço para as sessões e levando mais oficinas! Aí a festa será completa!"

Friday, October 17, 2008

Anima Escola 2008

Este já é o sétimo ano em que o projeto Anima Escola leva cursos e oficinas de animação para professores e alunos da rede municipal do Rio de Janeiro. O foco do projeto é a capacitação de professores, que passam a conhecer uma nova linguagem e a possibilidade de utilizá-la como um recurso didático em sala de aula.

Os alunos também são envolvidos no processo. Na 2ª fase do projeto, eles participaram de oficinas onde puderam experimentar diferentes técnicas de animação.

Na 3ª fase, um grupo de alunos elabora, durante 12 encontros, um filme de animação. A turma deste ano, do Núcleo de Arte Silveira Sampaio, fez uma animação inspirada na obra de Machado de Assis, com base no conto “Um Apólogo” fazendo referências a “Memórias Póstumas de Brás Cubas” e a “Dom Casmurro”. A história é narrada por dois vermes que relembram um escritor que comeram há cem anos...




Esse ano, durante a 5ª fase (produção autônoma), além do empréstimo dos equipamentos para os professores que inscreveram projetos, estamos também instalando o MUAN nas escolas. Dessa maneira os professores ganham autonomia e podem continuar produzindo animação com seus alunos!

Tuesday, October 7, 2008

ANIMA MUNDI ESPECIAL PARÁ 2008

Em setembro foi a vez de Belém do Pará mais uma vez receber o festival ANIMA MUNDI. O belíssimo espaço da Estação das Docas ficou mais uma vez colorido com a multidão que frequentou as oficinas e as sessões do festival, de 17 a 21 de setembro.

O ANIMA MUNDI ESPECIAL PARÁ já tem 5 anos de história, e tanto o público quanto os animadores paraenses têm demonstrado que, se depender deles, vai ter todo o ano esta festa. O Instituto de Artes do Pará é quem promove desde o primeiro ano esta versão tão querida de nosso festival nas terras e águas paraenses. Michelle Guimarães, de nossa equipe de produção, esteve lá acompanhando tudo e nos conta como foi:

"É sempre um prazer ir a Belém! Além das delícias locais, saber que vamos 'aportar' numa cidade que respira cultura e que curte tanto o Festival é sempre uma alegria! Este ano foi especialmente legal ver as crianças curtindo a sessão infantil, que pela primeira vez foi apresentada com filmes dublados! Nossa, como estava cheio nas manhãs de sábado e domingo! Depois, todo mundo ia para as oficinas de massinha e pixilation, e a diversão continuava!

À noite, o público adulto também lotou o Teatro Maria Sylvia Nunes que ficou pequeno para tanta gente! Foi muito bacana ver a empolgação do público, gargalhando e elogiando as animações que merecidamente venceram prêmios nas edições Rio e São Paulo do Festival. Que venham outros Especiais em Belém! E que nossos 5 anos na cidade ajudem não só a aumentar o público amante da animação, mas principalmente, que novos talentos surjam!"

"O Melhor do ANIMA MUNDI Brasil" no SESC

35 filmes de curta metragem, em diversos temas e técnicas de animação, percorrendo todos os estados, com programas para faixas etárias variadas. Com "O Melhor do ANIMA MUNDI Brasil", o Serviço Social do Comércio propicia uma visão ampla da produção atual no país, através de trabalhos nacionais de maior destaque nas edições do Festival Internacional de Animação do Brasil, selecionados pela equipe do próprio Anima Mundi. A mostra é mais uma iniciativa do SESC, que desde a década de 60 prioriza a formação de público e o desenvolvimento e o aprimoramento de artistas e produtores culturais.

A mostra, que estreou simultaneamente em várias cidades de Santa Catarina no dia 9 de junho de 2008 e depois percorreu diversos estados em mais de 30 cidades até agora, foi dividida em 3 sessões: Infantil, Público Geral e Adulto. O filme da foto é o "Historietas Mal-Assombradas", de Victor-Hugo Borges, presente na sessão infantil.

A parceria SESC - Anima Mundi também proporciona oficinas de formação em animação desde 2007, quando um amplo programa com o projeto "A ESCOLA VAI AO CINEMA" levou cursos práticos com produção de filmes de animação a educadores, jovens e crianças de cidades de todo o Brasil. Em 2008, já foram realizadas oficinas nas cidades de Santarém, Ananindeua, Belém e Castanhal (PA), e em Cuiabá (MT).

De volta...

O BLOG estava hibernando, mas o Anima Mundi continuou a plenos motores desde o último post... Vejam só:

  • A mostra "O melhor de ANIMA MUNDI Brasil", com 35 filmes brasileiros selecionados, percorria 31 cidades no SESC desde o mês de junho!
  • A sétima edição do projeto ANIMA ESCOLA na rede municipal do Rio de Janeiro começou em agosto e continuará atendendo até novembro a mais 120 professores, em 5 fases de aprendizado na linguagem da animação!
  • O ANIMA MUNDI ESPECIAL Pará aconteceu em Belém de 17 a 21 de setembro, com 40 filmes e oficinas de massinha e pixilation!
  • Está saindo do forno a segunda temporada do programa de TV "ANIMA MUNDI BRASIL", para estrear no CANAL BRASIL no próximo dia 15 de outubro!
  • HOJE estréia o ANIMA MUNDI ESPECIAL Brasília, no Centro Cultural Banco do Brasil da capital federal, com 40 filmes e oficina de pixilation!

e mais... aguardem! O festival de 2009 já está sendo gerado com muitas novidades...

Enquanto isso, o nosso BLOG acorda de seu inverno e vai tentar ficar atualizado com tantas notícias...

Thursday, July 31, 2008

Ministério da Cultura e Anima Mundi



A realização anual do festival Anima Mundi é possível devido às Leis de Incentivo Fiscal. Na sessão de abertura desta 16° edição do festival, Adair Rocha falou sobre a estreita parceria entre o Ministério da Cultura e o Anima Mundi. Leia abaixo o que ele disse sobre nós e celebremos o sucesso de mais uma edição do festival!

“O notório sucesso deste festival é para nós, Ministério da Cultura, motivo de grande orgulho, uma vez que nos consistimos – o Minc e a Secretaria do Audiovisualnos mediadores para o patrocínio e política cultural que incentiva a criação neste país. E este orgulho se deve ao fato de que este projeto tenha se consolidado progressivamente, e de forma tão consistente, tornando-se uma referência, tanto em âmbito nacional, nas agendas culturais anuais do Rio de Janeiro e de São Paulo, mas um pólo de interesse internacional.

É importante destacar que, ao longo destes anos, a dimensão cultural do Anima Mundi torna-se, corajosamente, cada vez mais complexa. Por um lado, esta se dá através da percepção do potencial que a constante atualização tecnológica e a expansão midiática dos suportes de difusão da produção criativa podem gerar no próprio alcance e acesso do público. Por outro, amplia-se o seu compromisso social, estendendo-se a atividade da animação às salas de aula, inclusive através da disponibilização do MUAN, um software especialmente desenvolvido para este fim.

Através deste evento, o cinema de animação cumpre a sua missão primordial, promovendo, pelo meio universal da técnica de criar seqüências de imagens em movimento, a troca da diversidade de valores e formas culturais e artísticas da humanidade.

A todos, saudações animadas!"

Adair Rocha
Chefe da Representação Regional do Rio de Janeiro (Ministério da Cultura)

Monday, July 28, 2008

RESULTADO DO CONCURSO RELÂMPAGO!

O Concurso Relâmpago KJFG No5 do ANIMA MUNDI 2008 teve seus vencedores na noite de encerramento do festival em São Paulo!

Com o número recorde e extraordinário de DUAS inscrições, o público foi convocado a decidir entre a performance em live-action KJFG No 5 de Lucas Fiacadori Costa, Wilson Cavalheiro Filho e Fernando Finamore, e a animação COVER No 1 de Taylor de Oliveira e Nathália Curi (ambos já postados aí embaixo no Blog).

Os aplausos e risos foram tão efusivos para os DOIS concorrentes que não houve desempate. O prêmio foi dividido "ex-aequo" entre os DOIS grupos, presentes ao palco, e 5 Kits de produtos ANIMA MUNDI foram oferecidos aos autores, ovacionados pelo público!

Mas a coisa não parou por aí: ainda havia uma surpresa final. Tomando o microfone, Lea Zagury anunciou um concorrente extra, de útlima hora: a performance KSBDB 5, de Karla Torres, Simone Coutinho, Bianca Costa, Daniele Siqueira e Bruno Portela (todos os 5 integrantes da equipe do Anima Mundi, razão pela qual o trabalho teve que ser considerado "hors-concours"!).

Vejam até que ponto chega a insanidade e o humor de quem trabalha o ano inteiro pra fazer este festival gigante:

Parabéns, Lucas, Wilson, Fernando, Taylor, Nathália, Carla, Simone, Bianca, Dani e Bruno! Paricipar do Concurso Relâmpago foi uma prova de bravura e amor à animação, em prazo super recorde! A performance de vocês está eternizada aqui no Blog do Anima Mundi!.

Premiação Júri Popular - SP

Melhor Filme de Estudante
1. OKTAPODI – Julien Bocabeille, François Xavier Chanioux, Olivier Delabarre, Thierry Marchand, Quentin Marmier, Emud Mokhberi – França
2. BLIND SPOT – Johanna Bessiere, Cecile Dubois Herry, Simon Rouby, Nicolas Chauvelot, Olivier Clert, Yvon Jardel – França
3. LA QUEUE DE LA SOURIS – Benjamin Renner – França

Melhor Longa-Metragem
1. PRINCESS – Anders Morgenthaler – Dinamarca
2. IDIOTS AND ANGELS – Bill Plympton – Estados Unidos
3. DELGO – Marc F. Adler & Jason Maurer – Estados Unidos

Melhor Animação Infantil
1. UM DIA DE SOL (EIN SONNIGER TAG) – Gil Alkabetz – Alemanha
2. SEU LOBO – Humberto Avelar – Brasil
3. CUCURUJAS (HUHU - POLE HOLE) – Alexei Alexeev – Hungria

Melhor Animação Brasileira
1. DOSSIÊ RÊ BORDOSA – César Cabral
2. SEU LOBO – Humberto Avelar
3. O JUMENTO SANTO E A CIDADE QUE SE ACABOU ANTES DE COMEÇAR – William Paiva, Leo D.

Melhor Curta-Metragem
1. DOSSIÊ RÊ BORDOSA – César Cabral – Brasil
2. ISABELLE AU BOIS DORMANT – Claude Cloutier – Argentina
3. OKTAPODI – Julien Bocabeille, François Xavier Chanioux, Olivier Delabarre, Thierry Marchand, Quentin Marmier, Emud Mokhberi – França

Prêmio dos Diretores de ANIMA MUNDI
LA QUEUE DE LA SOURIS – Benjamin Renner – França

Prêmio Núcleo de Animação de Campinas (Melhor Animação de Estudante – Brasil)
O POVO ATRÁS DO MURO – Marconi Loures de Oliveira

ANIMA MUNDI WEB

Melhor Animação – Júri Popular
I LIKE BIRDS – Vladimir Posokhin – Rússia

Melhor Animação – Júri Profissional
COMMON SCENTS – Steve Whitehouse – Canadá


ANIMA MUNDI CELULAR

Melhor Animação – Júri Popular & Melhor Animação Brasileira – Prêmio Oi
MARACÃO – Ozi – Brasil

Melhor Animação – Júri Profissional
SET CAMERA TO FOLLOW – Fernando Finamore – Brasil

Sunday, July 27, 2008

CHEGOU A SEGUNDA!!!

Mais um candidato!
Taylor de Oliveira e Nathália Curi adaptaram um pouco a proposta do concurso KJFG No 5 e resolveram fazer uma homenagem aos convidados do Papo Animado, usando animação em vez de pagar o mico ao vivo!



Valeu, Taylor e Nathália!
Vamos aguardar o resultado!!

CHEGOU A PRIMEIRA!

Parece que o nosso concurso relâmpago KJFG No 5 vai decolar!
Chegou a primeira performance, vejam só!!!







Os autores são Lucas Fiacadori Costa, Wilson Cavalheiro Filho e Fernando Finamore.

Bravo!

Agora vamos esperar por outras!

Friday, July 25, 2008

Concurso RELÂMPAGO KJFG N° 5!!!

Atenção público do Anima Mundi 2008!

Foi lançado ontem à noite um concurso relâmpago, que dará aos vencedores fama internacional e um "kit" de produtos do festival (camiseta, DVD, etc, etc)!

É o seguinte: o trio de pessoas que fizer a melhor performance reproduzindo a trilha sonora do filme "KJFG No 5" (Prêmio de Melhor Trilha Sonora do Júri Profissional de Anima Mundi), ganha os prêmios do concurso relâmpago!

Para participar: chame dois amigos seus dispostos a usar a criatividade e sem medo de pagar mico, como os destemidos personagens do filme, e juntos criem seus próprios instrumentos para fazer um som, o mais parecido possível com o do filme. Lembrando: o urso toca baixo com um tronco de árvore, o coelho bate com as mãos e com a cabeça no que restou da tal árvore e o lobo (ou porco selvagem? - existe esta polêmica) solta a voz com o uivo que se tornou o hit deste Anima Mundi.

Se vocês têm uma câmera de video ou foto digital, mandem a performance gravada pra gente. O melhor jeito é postar em algum site de video (Youtube, Google Video, Vimeo, etc) e enviar o link do video para
blog@animamundi.com.br

Quem estiver frequentando o festival em São Paulo no Memorial da América Latina e não tiver como gravar por conta própria, procure a produção do festival (pessoas com a camiseta laranja e com um rádio na mão) e digam que querem participar. Arranjaremos um lugar e hora para fazer a gravação por lá mesmo com as nossas câmeras. As melhores performances serão exibidas também aqui no Blog.

Estamos esperando as performances! Gostaríamos de anunciar o resultado do prêmio ainda neste Domingo dia 27, quando o festival termina aqui em São Paulo. Afinal, este é um concurso relâmpago!

Thursday, July 24, 2008

Workshop de Roteiro Jean Ann Wright - segundo dia

Jean Ann dedicou boa parte do segundo dia do workshop à discussão dos elementos cômicos no roteiro de animação.

O humor em animação surge das gags, que funcionam como uma válvula de escape para a tensão. São reviravoltas ou revelações repentinas que rompem com as expectativas do público, provocando surpresa e riso.

As gags devem ser sobretudo VISUAIS, respeitando as motivações, os conflitos e as características dos personagens. Caso contrário, não serão convincentes. É importante que o roteirista conheça os personagens a fundo, podendo tomar partido de seus pontos fracos, trejeitos, manias e modos de falar para construir as situações cômicas.

Jean Ann disse que personagens já manjados como o mandão, o desajeitado, o puxa-saco também podem ser engraçados desde que apresentados de um modo inusitado. Aliás, ótimas gags surgem de situações clássicas apresentadas por ângulos diferentes.

As gags também podem ser construídas a partir dos jogos de linguagem, aliterações, trocadilhos, e até de expressões banais interpretadas literalmente. Foi citado o exemplo de um desenho animado de Tex Avery em que um personagem diz: "Drinks on the House!" (Bebidas por Conta da Casa, ou literalmente, em cima da casa). Ao ouvir a expressão, todos os personagens disputam um lugar no telhado de uma casa para tomar seus drinks.

Foi feita a ressalva de que a gag criada em torno dos jogos de linguagem traduz mal para outras línguas, enquanto a gag visual tem um apelo praticamente universal e, por isso, é preferível para quem pretende vender seu projeto no mercado internacional.

Jean Ann também falou sobre a preparação de "presentation bibles" e as técnicas de pitching. Quanto mais concisos e claros os projetos, mais chance o animador terá de vendê-los. As “presentation bibles” devem ter, além da sinopse da série ou filme, uma descrição breve dos personagens principais. Também é necessário incluir alguns desenhos, especialmente do herói, situando-o no tempo e no espaço em que acontece a história (de 5 a 10 esboços no máximo).

Alguns animadores fazem “pilotos” de 1 a 5 minutos para apresentar no pitching, mas estes não são necessários. Já o storyboard é fundamental na presentation bible dos longas-metragens. Mas Jean Ann alertou, bem ao estilo “gag de trocadilho”, que páginas demais de storyboard deixam os executivos “storybored” (entediados).

Quem quiser ler mais sobre o assunto, pode acessar uma série de artigos de Jean Ann no site da Animation World Magazine. Clique aqui.

Wednesday, July 23, 2008

Workshop de Roteiro Jean Ann Wright

Jean Ann Wright, especialista no desenvolvimento de roteiros para animação, coordenou ontem a primeira parte do workshop de roteiro para animadores em São Paulo. A maioria dos participantes era composta de profissionais ou estudantes com experiência em storyboard, design e animação 3D.

Jean Ann começou sua apresentação discutindo a concepção de idéias originais para animação. Compartilhou um "velho truque" com os participantes: escrever os nomes de personagens, coisas e lugares em fichas, embaralhando-as para criar relações inusitadas entre personagens peculiares. Cada grupo realizou um exercício desses, a partir da combinação de três fichas, criando argumentos bastante originais!

Depois Jean Ann discutiu o diálogo, último elemento a ser concebido no roteiro, após a elaboração da idéia/conceito, dos personagens e da estrutura. Os diálogos devem ser concisos e oferecer informações que não estejam comunicadas visualmente.

A última parte do workshop foi dedicada a uma estrutura padronizada de roteiro, composto de três atos. No primeiro, geralmente repleto de ação, os personagens são apresentados. É também revelado o catalisador, ou seja, aquilo que aconteceu antes da história começar e que motiva a ação do herói ou heroína. O segundo ato é o mais extenso e complexo no roteiro. O vilão vai criando obstáculos praticamente intransponíveis para o herói. E no terceiro ato, o herói consegue ultrapassar toda sorte de dificuldades, finalmente derrotando o vilão.

Hoje os participantes do workshop vão finalizar a estrutura de roteiro que iniciaram ontem e Jean Ann vai falar sobre o mercado de animação e como fazer pitching.




PIKA PIKA em São Paulo

Não percam os workshops de animação Pika Pika, realizadas pelo grupo Tochka!!! Uma máquina fotográfica em baixa exposição fotografa as pessoas desenhando no ar com lanternas de luzes coloridas. Quando postas em seqüência, as imagens dão origem a uma animação. (Veja posts anteriores sobre esse tipo de animação). Há 30 vagas para cada workshop.

Onde e quando acontecem os workshops
Local: Área externa do Anima Mundi Expo (entrada pelo portão 12, no Memorial da América Latina)
Datas: 24 de julho, quinta-feira e 26 de julho, sábado
Hora: 18h

Como se inscrever
Escreva um e-mail para pikapika@animamundi.com.br com seu nome e endereço. Os primeiros a se inscrever serão selecionados e devem comparecer ao local com uma lanterna.

Mesmo quem não for participar diretamente do workshop poderá assistir ao evento.

Monday, July 21, 2008

Casa Cheia


A sessão de premiação do festival Anima Mundi é sempre uma festa. Os animadores, o público, a equipe de produção, os monitores do Estúdio Aberto e os integrantes do júri reúnem-se, ansiosos, para celebrar os filmes vencedores, eleitos pelo júri profissional e pelo júri popular do Rio de Janeiro.

Muitos convidados do festival também prestigiaram a sessão de premiação. Entre eles, Juan Pablo Zaramella, Arnold Kunert (agente de Ray Harryhausen), Marc Adler, Jean Ann Wright, Heather Kenyon, Andreas Hykade, Daniel Schorr, James McCoy, o grupo Tochka (animações Pika Pika) e Horacio Grinberg.

Os diretores Aida Queiroz, Cesar Coelho e Marcos Magalhães subiram ao palco do cinema montado ao lado do CCBB para saudar a platéia (Léa Zagury, que completa o quarteto da direção, foi embora mais cedo para se recuperar de uma gripe e chegar 100% na temporada do festival em São Paulo).

Aida disse ter ouvido comentários durante o festival sobre a qualidade da programação nesta edição e agradeceu à imprensa pelo empenho na divulgação e aos patrocinadores. Cesar elogiou a seriedade do público na hora de votar. Mencionou o orgulho que é ver as pessoas reunidas após as sessões, discutindo os filmes. Depois anunciou o vencedor do prêmio de Aquisição do Canal Brasil, o curta-metragem brasileiro, DOSSIÊ BORDOSA, de Cesar Cabral. Marcos, em versãodupla personalidade”, interpretou a Léa e a si mesmo, arrancando risos da platéia. Agradeceu à equipe do festival e ao júri, além de lembrar que este “flying festival” (festival voador), apelido dado ao Anima Mundi por um antigo convidado, está arrumando as malas para zarpar para São Paulo.

O festival recomeça na capital paulista na quarta-feira, dia 23 de julho, e vai até Domingo, dia 27. No encerramento desta etapa serão revelados os vencedores do Júri Popular (SP), o voto dos diretores do Anima Mundi e os premiados dos concursos Anima Mundi Web e Anima Mundi Celular.

O júri profissional do Rio de Janeiro este ano votou também o Melhor Filme de Encomenda, dentro da sessão Portifólio. E o prêmio Melhor Filme de Estudante foi escolhido dentro dos filmes de estudantes exibidos nas sessões de curtas.

E agora... aos vencedores! Veja os posts abaixo.

Melhor Trilha Sonora - Júri Profissional - RJ












KFJG N
º 5

Alexei Alexeev
Hungria


Melhor Roteiro - Júri Profissional - RJ












LA MAISON EN PETITS CUBES

Kunio Kato
Japão

Melhor Direção de Arte - Júri Profissional - RJ












YOURS TRULY

Osbert Parker
Reino
Unido

Melhor Animação - Júri Profissional - RJ












MADAME
TUTLI-PUTLI
Chris Lavis, Maciek Szczerbowski
Canadá

Melhor Filme de Encomenda - Júri Profissional - RJ












SONY
BRAVIA 'PLAY-DOH'
Frank Budgen, Darren Walsh
Reino Unido

Premiação Júri Popular - RJ






Melhor Filme de Estudante
1. LA QUEUE DE LA SOURIS – Benjamin Renner – França
2. OKTAPODI – Julien Bocabeille, François Xavier Chanioux, Olivier Delabarre, Thierry Marchand, Quentin Marmier, Emud Mokhberi - França
3. MAMAN JE T'AIME – Mickael Abensur, Antoine Collet, Damien Dell'omodarme – França

Melhor Longa-Metragem
1. DELGO – Marc F. Adler & Jasin Maurer – Estados Unidos
2. PRINCESS – Anders Morgenthaler – Dinamarca
3. IDIOTS AND ANGELS – Bill Plympton – Estados Unidos

Melhor Animação Infantil
1. UM DIA DE SOL – Gil Alkabetz – Alemanha
2. A MALDIÇÃO DE SKULL ROCK – Ben Smith – Reino Unido
3. SEU LOBO – Humberto Avelar – Brasil

Melhor Animação Brasileira
1. DOSSIÊ BORDOSA – Cesar Cabral
2. CALANGO LENGO – VIDA E MORTE SEM VER ÁGUA – Fernando Miller
3. SEU LOBO – Humberto Avelar

Melhor Curta-Metragem
1. DOSSIÊ BORDOSA – Cesar Cabral – Brasil
2. LA QUEUE DE LA SOURIS – Benjamin Renner – França
3. PREMIER VOYAGE – Grégoire Sivan – França

Prêmio Aquisição Canal Brasil
DOSSIÊ BORDOSA – Cesar Cabral – Brasil

As imagens acima são dos filmes "La Queue de la Souris", "Delgo", "Um Dia de Sol" e "Dossiê Rê Bordosa" (de cima pra baixo).

Sunday, July 20, 2008

ANIMA FORUM em São Paulo

Quem é profissional de animação e pretende ir ao segmento paulista do festival, deve ir se preparando para acompanhar a terceira edição do ANIMA FORUM 2008!

Nas manhãs dos dias 24 e 25 de julho, antes de mergulhar nas sessões de filmes no Memorial da América Latina, os produtores, diretores, estudantes e artistas da animação poderão ter um panorama bem rico da situação atual do mercado de animação no Brasil e no mundo, com um foco especial para a América Latina que começa a se desenhar como um ambiente muito promissor para uma nova indústria da animação.

A sequência dos debates é bem interessante: começa com a americana Heather Kenyon, que trará sua visão sobre o panorama atual internacional do mercado de animação, do alto de sua posição experiente como consultora de várias séries em produção, ex-diretora de desenvolvimento da Cartoon Network e ex-editora chefe da Animation World Network (AWN).
Na mesma manhã, representantes da Ancine, BNDES, MinC, ABPITV sentam-se lado a lado com produtores brasileiros de animação para discutir e avaliar as ações presentes e futuras no sentido de viabilizar a produção brasileira de animação.

No dia seguinte, conversamos com duas TVs públicas (TV Brasil e TV Cultura) para verificar o potencial destas instituições de absorver e incentivar a produção independente de animações, atendendo às missões culturais e educativas destes canais. Para encerrar o ciclo, sentam-se à mesa produtores e diretores da América do Sul: os argentinos Horacio Grinberg (produtor de Martin Fierro) e Juan Pablo Zaramella, Mònica Ortiz (Colômbia) e Armando Arce (Venezuela), junto ao brasileiro Reynaldo Marchezini, para trocar informações sobre as diferentes experiências e modelos de produção do continente e debater um maior entrosamento visando a possíveis co-produções.

As vagas são limitadas e a participação dá direito a certificado. Para reservar sua vaga e conhecer mais detalhes, clique aqui.

Friday, July 18, 2008

MUAN


Quem participa das oficinas do Estúdio Aberto durante o festival Anima Mundi faz animações e o resultado na hora. Isso é possível graças ao MUAN.

MUAN é um sistema open-source de distribuição livre e gratuita para animação quadro-a-quadro, desenvolvido e compatível com o sistema operacional LINUX.

Foi concebido pelo Anima Mundi e desenvolvido pelo IMPA, Instituto de Matemática Pura e Aplicada, com apoio da IBM.

A necessidade de desenvolver uma ferramenta rápida e eficiente para a captura e edição de animações surgiu junto com o nascimento do Festival Anima Mundi que, desde seu primeiro ano (1993), promove oficinas de animação gratuitas voltadas para o público.

Desde o início, os diretores do festival procuravam uma solução para a edição das animações feitas durante as oficinas do Estúdio Aberto, respeitando o caráter lúdico e mostrando as animações produzidas para o público. Tentou-se de tudo. Desde a revelação instantânea da película 16mm (no primeiro festival, em 1993), até o uso de equipamentos importados como o Video LunchBox, utilizado como equipamento de teste por animadores profissionais.

Com o surgimento das oficinas do projeto Anima Escola, a utilização de um equipamento importado e de custo alto passou a ser um problema, que o projeto tem como objetivo democratizar a produção de animação.

MUAN é simples e fácil de operar. Sua interface gráfica permite a rápida criação, edição, manipulação e visualização de animações, utilizando câmeras de vídeo ou webcams conectadas ao computador.

Durante o Anima Mundi é possível experimentar o software e tirar dúvidas sobre sua utilização e instalação no estande do MUAN, que fica na Casa França-Brasil, no Rio, e no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Clique aqui para baixar o software e obter mais informações.




Mais sobre as Palestras

É uma pena que tanta coisa aconteça ao mesmo tempo nos festivais e algumas atrações não tenham todo o público que merecem! Mas isto faz parte da festa.

As duas primeiras apresentações do Ciclo de Palestras do Anima Mundi no Rio de Janeiro, no auditório do 4o andar do CCBB, tiveram uma platéia concentrada e atenta, mas reduzida, o que até facilitou a intimidade com os palestrantes e fez tudo ficar ainda mais interessante.

Na quarta 16, o diretor paranense Paulo Munhoz apresentou o making of de seu longa BELOWARS. Contou que este projeto era anterior ao seu longa de estréia BRICHOS, que estreou no Anima Mundi 2007. Acompanhamos a evolução do conceito do filme, a partir de uma obra literária conceituada, o livro "Guerra Dentro da Gente" (do prestigiadíssimo poeta Paulo Leminski), que gradualmente foi se transformando num trabalho eminentemente visual, ganhando uma interessante linguagem com poucos diálogos que dispensam tradução. Munhoz relatou a aventura heróica de realizar um longa de animação para cinemas com o orçamento de um edital de telefilmes documentários, sua luta com ameaças de incêndio e destruição de dados, a busca de novas tecnologias e alternativas de exibição (circuito digital, com o sistema Rain) e distribuição (salas alternativas, cooperativas, eventos de promoção). O que Paulo ressaltou é que, mesmo por conta do estresse da aventura (que apenas começou), os ganhos foram enormes para o seu estúdio, pois desenvolveram um estilo próprio e original de design, uma linguagem ousada e constituíram uma marca de personalidade e independência para os próximos projetos. A impressão que fica é de que tanta confiança com certeza terá retorno no futuro, torcemos para que este seja o mais próximo possível.

Na quinta 17 foi a vez de Marc Adler, do longa DELGO. Primeiro ele exibiu um completo making of do filme, e depois contou de forma brilhante toda a sua trajetória pessoal (ele estudou finanças, apesar de sempre sonhar com cinema de animação desde os tempos em que brincava de fazer filmes com seu primo com uma câmera Super-8). Ao mesmo tempo em que falava sobre o desenvolvimento de seu primeiro longa, Marc mostrou um material riquíssimo de desenhos conceituais para o filme, que é uma aventura pessoal e coletiva ao mesmo tempo. Fora do esquema de um grande estúdio, ele gradualmente foi coletando adesões de ilustradores e animadores do mundo todo, conquistando as vozes de atores conceituados como Malcom McDowell e Burt Reynolds, tudo a partir de muita determinação e uma estratégia de "guerrilha" que incluiu idéias criativas e ousadas de marketing. Por exemplo, ele disponibilizou na internet, ao mesmo tempo que o filme evoluía, todos os copiões em produção (algo que os grandes estúdios escondem a sete chaves para manter o segredo e se defender da pirataria). Mas para DELGO, os "digital dailies" foram uma grande alavanca de promoção alcançando meio milhão de acessos diários em seu website!
Ás 21 horas aconteceu na Praça Animada uma sessão que Marc classificou como sua grande premiere do filme (pois seria a primeira vez que ele mesmo assistia a esta cópia, com uma nova edição do filme, estava sendo exibida no mundo). Uma cópia estalando de nova, imagem e som perfeitos! Quem tinha estado na palestra com certeza aproveitou o filme muito mais!

Como se desenha uma imagem PIKA PIKA

Thursday, July 17, 2008

Armando o circo

Veja como foi divertido o workshop de animação Pika Pika, no Oi Futuro. Hoje (sexta) vai ter mais a partir das 18h no Corredor Cultural, nas proximidades do CCBB, rua Primeiro de Março, 66. Apareçam! O grupo Tochka instala a câmera para fotografar as pessoas desenhando no ar com lanternas coloridas. As fotos são automaticamente postas em seqüência no computador e projetadas num telão.



Paisagem de Mar















Cada
grupo tinha dez integrantes. Um deles era composto por uma moça, seis rapazes e três crianças de uns dez anos. Reuniram-se em torno de uma mesa, esboçando as idéias para a animação Pika Pika numa folha de papel.

- Vamos fazer uma paisagem de mar.

Todos
discutiam de igual para igual. As crianças não paravam de imaginar. Descreviam várias imagens por segundo.

- A gente pode fazer a linha do mar se mover para cima aos poucos.
- O mar vai ficando cheio de peixes...
- Podemos fazer um tubarão.
- Um tubarão! Sim, sim...
- E uma cabeça-alga. Assim, olha (desenhando). Vou ficar responsável por essa cabeça.
- Vou desenhar uns raios.
- E quem vai fazer os peixes?
- É fácil, é desenhar assim ó, diz um dos meninos traçando um oito no ar.
- Tá bem. As crianças desenham os peixes.
- Eu fico com o mar.
- Está faltando alguma coisa.
- Ah, não tem sentido criar outras coisas.
- Claro que tem... eu defendo o surrealismo. A água pode ir varrendo tudo.
- Ah isso pode. É animação.

Ficou assim...


Workshop Pika Pika



Mais uma animação Pika Pika realizada pelo público do Anima Mundi no workshop do grupo Tochka no Oi Futuro.

Venda antecipada de ingressos

Quem quiser garantir ingressos para as sessões e eventos do festival Anima Mundi em São Paulo, já pode fazê-lo através do site Ingresso Rápido. Clique aqui.


Parceiro

A primeira edição do festival Anima Mundi, em 1993, aconteceu graças ao jornalista Carlos Alberto Mattos, que na época trabalhava no CCBB e aprovou o projeto. Hoje em dia ele integra o júri profissional e esbarramos com ele entre uma sessão e outra, prestando atenção em suas dicas boas e críticas aguçadas. Ele acabou de fazer um post em seu docblog sobre o "DVD Melhor de Anima Mundi 6". Valeu Carlinhos!

Mais uma do OUPS

Sensacional performance de uma visitante!

Wednesday, July 16, 2008

Oups! - Animação Instantânea



Marcio Ambrosio e Sophie Klecker, criadores da instalação Oups!, têm passado as tardes na Casa França-Brasil orientando as pessoas na feitura de animações que interagem com os visitantes. As crianças se esbaldam vendo suas imagens projetadas sobre uma tela junto com elementos animados de todo tipo, como, por exemplo, peixes, nuvens, galhos de árvores e essa vitrola antiga do vídeo acima. A dança desse menino, que aconteceu no instante em que ele adentrou a instalação, foi tão espontânea que parecia ter nascido com a animação. Amanhã publicaremos mais fotos!

Atenção!!! Os workshops de animação Pika Pika acontecerão amanhã (quinta) e na sexta!

Animadores e público do Anima Mundi.... Inscrevam-se hoje para os workshops do grupo Tochka, que realiza as animações Pika Pika, feitas com lanternas. Leia post anterior sobre o trabalho desse grupo. É fácil se increver. Ainda há vagas!

Envie um email para PIKAPIKA@ANIMAMUNDI.COM.BR com seu nome, telefone e endereço, indicando o dia e local escolhido para participar do workshop. Como há apenas 30 vagas, os primeiros a se inscrever serão selecionados e devem comparecer ao local com uma lanterna. Haverá uma lista de espera caso alguns inscritos não compareçam na data do workshop. Todos poderão assistir à performance e ao workshop.

Workshops no Rio de Janeiro

Data Quinta, 17 de julho
Local Oi Futuro (rua 2 de Dezembro, 63 – Flamengo)
Horário 18h
Duração 3hs

Data Sexta, 18 de julho
Local Corredor Cultural, nas proximidades do CCBB (rua Primeiro de Março, 66)
Horário 18h
Duração 3hs

Participantes 30 pessoas por workshop
Idade mínima 12 anos
Material necessário Cada interessado deve trazer lanterna com luz brilhante e pilhas novas

Tuesday, July 15, 2008

Diário do Estúdio Aberto


se passaram quatro dias e tudo corre conforme o que conhecemos. Crianças e mais crianças chegam curiosas para aprender. Algumas afoitas, outras tímidas. Há aquelas sem a menor paciência, mas que os pais estão doidos para que façam uma animação. Tratamos logo de esclarecer que a idade é mínima, e não máxima. Alguns pais e mães nessa hora sorriem, e acabam curtindo mais do que os filhos..." Luiz Felipe Vasques


Luiz Felipe é o animador mais antigo do Estúdio Aberto. Ele orienta os participantes na aventura de fazer suas primeiras animações. Leia no seu blog mais histórias sobre o que anda acontecendo no Estúdio Aberto.


Apareça por lá você também, para criar sua própria animação!

Sessões de Premiação

estão esgotados os ingressos para a Sessão de Premiação do festival às 19h, Domingo, 20 de julho, na Praça Animada! Você pode comprar ingressos para a segunda sessão às 21h.

Se algum diretor premiado estiver presente na sessão das 19h, ele subirá ao palco para falar sobre o filme. Fora isso, a estrutura das duas sessões será a mesma. Os diretores do festival anunciarão os vencedores. Em seguida, os filmes premiados serão exibidos.

Veja as categorias de premiação:

JÚRI POPULAR
O público
de Anima Mundi do Rio de Janeiro e de São Paulo elege por voto direto os filmes e vídeos preferidos. Cada trabalho tem a oportunidade de ser duplamente premiado. Todos os vencedores receberão o troféu Anima Mundi.

Melhor Curta-Metragem
Melhor Longa-Metragem
Melhor Curta Infantil
Melhor Animação Brasileira
Melhor Filme de Estudante

JÚRI PROFISSIONAL
Um
colegiado de animadores, cineastas, jornalistas, artistas plásticos e outros especialistas ligados à arte da animação escolhe, dentre todas as categorias em competição, os ganhadores dos prêmios profissionais de Anima Mundi 2008. Todos os vencedores receberão o troféu Anima Mundi.

Para
filmes competindo nas sessões Curta-Metragem e Curta Infantil

Melhor Animação
Melhor Roteiro
Melhor Trilha Sonora
Melhor Direção de Arte


Para
filmes competindo nas sessões Portifólio

Melhor Filme de Encomenda

PRÊMIO DOS DIRETORES DE ANIMA MUNDI
Um
prêmio atribuído pelos diretores do Festival ao filme ou vídeo que se destaca por sua contribuição especial ao cinema de animação. O vencedor receberá R$ 3.000,00 e o troféu Anima Mundi.

ANIMA MUNDI WEB / ANIMA MUNDI CELULAR
Prêmios
Cyber JúriPopular e Júri Profissional – os vencedores receberão R$ 1.500,00, um certificado e um Troféu Anima Mundi 2008.

PRÊMIO DO CANAL BRASIL
O Canal Brasil oferece o prêmio de incentivo ao melhor curta-metragem nacional no valor de R$10.000,00. O vencedor será eleito pelo júri popular no Rio de Janeiro.

As Sessões de Premiação em SP são parecidas com as do Rio de Janeiro. nãoprêmio do júri profissional.


Monday, July 14, 2008

Ciclo de Palestras - Não perca!

Para quem não conseguiu ingressos para o Papo Animado, há
outra
chance de conversar com alguns animadores convidados
do Anima Mundi. Ao longo da semana, vai acontecer no CCBB um ciclo de palestras, com distribuição de senhas 30 minutos antes.

Três convidados irão falar sobre o processo de criação dos seguintes longas-metragens exibidos no festival: “Delgo” e “Belowars”, em competição, e “Martín Fierro”, em sessão não competitiva.

Além disso, Heather Kenyon vai dar uma palestra para quem quer aprimorar seus documentos de pitching para o mercado internacional. Veja datas e horários abaixo.

Palestra - Making of “Belowars”

Paulo Munhoz, diretor de “Belowars”, o único longa-metragem brasileiro em competição no Anima Mundi, vai compartilhar com o público sua experiência na adaptação do livroGuerra Dentro da Gente”, do poeta Paulo Leminski. O filme narra a história de Baita, um menino que conhece um velho, Kutala, que se oferece para iniciá-lo na arte da guerra. Seduzido por essa idéia, Baita inicia um caminho de aventura e transformação interior.