Sunday, July 6, 2008

Juan Pablo Zaramella – Argentina













Juan Pablo começou a fazer animações aos 8 anos, desenhando flipbooks. Não parou mais. Embora seja o convidado mais jovem do Papo Animado, o animador teve seus filmes exibidos no Anima Mundi mais de uma vez. “Viaje a Marte” (2005) foi eleito Melhor Curta-Metragem pelo Júri Popular no Rio de Janeiro e “Lapsus” (2007) Melhor Curta-Metragem pelo Júri Popular em São Paulo.

A idéia para “Lapsus” surgiu quando Juan Pablo estava almoçando num restaurante: “Vi um homem com um terno da mesma cor que o papel de parede do local. Eu achei aquilo muito engraçado e quando voltei para casa, comecei a desenhar para desenvolver essa idéia gráfica. Num primeiro momento, decidi trabalhar apenas em preto e branco (...). Eu decidi fazer o filme em 2D porque era impossível fazer todas as piadas visuais em preto e branco com bonecos”.

Até então, Juan Pablo havia feito a maioria de seus trabalhos em massinha, por ser a técnica mais parecida com o processo de fazer cinema de ação ao vivo, o que ele a princípio pretendia estudar na faculdade. “Você tem que construir um cenário, montar a luz etc... é apenas uma questão de escala”.

Atualmente, Juan Pablo trabalha em parceria com a sua mulher, Silvina Cornillón. “Ela é responsável pela produção e eu animo e dirijo. Mas no caso dos curtas, também temos que desempenhar tarefas muito variadas. Geralmente sou a faceta caótica e ela a organizada.”

Bill Plympton, Paul Driessen, Don Hertzfeldt, Nick Park, Norman McLaren e Terry Guilliam (criador das animações para o Monty Python) são alguns dos animadores cujo trabalho Juan Pablo admira.


1 comment:

HERMES PERDIGAO said...

Já visitei o site e o trabalho é sensacional, o humor dos bonecos é bem explícito no traço. Pena eu não ter ido ao bate papo. Já assisti Viagem a Marte, muito criativo, parece uma história de infância.